K 2016: GRUPO PIOVAN DESTACA INOVAÇÕES E SOLUÇÕES PARA INDÚSTRIA 4.0

19/10/2016
Blogo do Plástico

Wide header per press review

Ao longo dos últimos anos, o Grupo Piovan registrou um crescimento significativo, tanto em termos estruturais como produtivos, como resultado de um plano abrangente de aquisições e abertura de novas empresas. Em 2015, o grupo teve um faturamento de 195 milhões de euros, um aumento de mais de 25% em relação ao ano anterior. O crescimento tem sido consistente em todas as regiões do mundo: Europa, Ásia, África e Américas. As metas para 2016 são: consolidar os resultados alcançados, desenvolver a presença em mercados emergentes e ultrapassar 200 milhões de euros de faturamento.

Com esta abordagem positiva e com as marcas Piovan, Una-Dyn, Fdm, Penta e Aquatech, o Grupo Piovan está participando da K2016 (stand 9C59), onde cada empresa apresenta suas inovações mais significativas. As tecnologias Piovan em exposição são representadas por um sistema de transporte e dosagem em plena operação. Esta é uma configuração muito inovadora que abrange a estação de acoplamento automático Easylink, os receptores sem filtro PureFlo e os novos misturadores Quantum, junto com os novos sistemas de secagem Modula e Genesys, com configurações de funil simples e múltiplas. Tudo isso representa a evolução de soluções largamente adotadas pelos setores de embalagem, automotivo, moldagens médicas e técnicas.

Uma inovação líder é o Winfactory 4.0, o software de supervisão da Piovan para a Smart Factory (Fábrica Inteligente), lançado como uma estreia mundial na feira em Düsseldorf. O Winfactory 4.0 é totalmente compatível com “Indústria 4.0”, o conjunto de protocolos e tecnologias a serem implementadas industrialmente até o ano 2020, que constitui o núcleo da quarta revolução industrial: a fabricação digital.

Fdm, uma das empresas do Grupo Piovan com a base em Troisdorf, Alemanha, especializada na produção de soluções avançadas para aplicações de extrusão, está mostrando as suas mais recentes novidades em alimentação e dosagem de pós.

 

Leia o artigo completo publicado em Blogo do Plástico